Capa | Quem somos | Envie dicas | Contato
 
Destaques
 
Quinta edição. Agradou veteranos e novatoss igualmeente.

Gen Con 2014, um retiro nerd com gostinho de quero mais

Friendzone over 9000

Friendzone. De onde vem, o que come, como se reproduz. Hoje, no Glob…

Friendzone over 9000

Quem nunca entrou numa friendzone que atire a primeira pedra! Sim, o mal do século XXI, que cresce muito com a ajuda da Internet, é bem comum. E comum também são as dúvidas de como ela surge, por que, de quem é a culpa, como evitar… Então vamos nos debruçar sobre o tema e enviar o link praquele amigo que sempre reclama de estar em uma.

(continue lendo...)

Eu fui para esta Gen Con, a minha primeira, tendo uma vaga noção do que ia encontrar. Alguns amigos foram em outras edições e eu já tinha visto na internet vídeos e notícias sobre este tipo de evento. Mas nem em meus sonhos mais infantis eu imaginei que seria tão divertido e tão emocionante.

Para aqueles que não sabem do que se trata, uma explicação breve: a Gen Con é uma “game convention” muito popular nos Estados Unidos. Este ano novamente bateu recorde de pessoas chegando a mais de 56 mil visitantes únicos, mais de 14 mil eventos espalhados por diversos pavilhões e hotéis durante 4 dias. Lá você encontra boardgames, jogos indie, cosplay, festas, miniaturas, oficinas de pintura, palestras, seminários. Levaria pelo menos um mês para fazer tudo. Então em 4 dias tentei focar no que eu mais queria. E essa é a primeira dica para este tipo de evento. Planejamento. Se perder no mar de gente e possibilidades é muito fácil. Separe tempo para jogar e saiba exatamente o que quer comprar.

(continue lendo...)

jorge_capa2

Quero começar falando que emagrecer é uma decisão pessoal. Não pretendo neste texto fazer apologia ao emagrecimento a qualquer custo, ou a uma suposta tirania de corpos lindos. É a minha experiência, meu desafio pessoal e espero que possa ajudar (e por que não inspirar?) pessoas que procuram uma forma de ficar mais saudáveis.

Abaixo ponho trechos reescritos de uma espécie de diário (ok, é um diário que não foi feito todo dia, qual o nome disso?!) para tentar mostrar o meu processo. Tenho 37 anos e emagreci 55 quilos em 6 meses. Estou há pouco mais de 6 meses mantendo esse peso e meu depoimento não é patrocinado por ninguém, apenas motivado pela vontade de ajudar outros em situação parecida. Não vou também contar detalhe por detalhe da dieta. É fundamental o acompanhamento profissional e tentar sozinho não é nada recomendado.

Pois bem, feitos os avisos, vem comigo!

(continue lendo...)

caddies_rice

Era por volta de 1998-99 e eu estava procurando a ROM do Road Rash, de Mega Drive, pra baixar.

Cliquei num link que veio na busca e quando fui ver, o arquivo era Road Rash.mp3. Antes mesmo de apagar (uma mp3 levava mais de 5min pra baixar naquela época) cliquei pra ouvir. E me apaixonei.

(continue lendo...)

1

Você gosta de festas de aniversário? Eu nunca fui fã. Só tive festas do tipo enquanto era pequeno demais para reclamar. Passado isso, só alguns “rolês” com amigos mais chegados – ou viagens. Nada de festas.

Este ano, como sempre, não queria uma. Como doo sangue com certa frequência, só pensei em ir doar no primeiro sábado após o meu aniversário. Mas, imediatamente depois disso vir à minha cabeça, meu celular começou a tocar Nada Surf* e a ideia veio: por que não juntar amigos para doar sangue e depois comemorarmos comendo um bom hambúrguer?

Pode sim! (Dollynho, Dicas. 2014)

(continue lendo...)

aviate

Ter uma homescreen funcional e bonita é o desafio. No Nexus 4, posso usar o launcher padrão ou o Google Now Launcher (padrão do Nexus 5) que são bastante parecidos embora o segundo traga ícones maiores, transparência no fundo da barra de notificações do topo e dos botões virtuais embaixo, e acesso rápido ao Google Now puxando a home screen para a direita.

Mas me incomoda a barra de pesquisa permanente na home que os Launchers do Google obrigam a manter, por isso uso o Nova Launcher. Além de permitir remover a tal barra, ele tem ajustes de velocidade da rolagem entre as telas da home, velocidade de abertura do drawer, pasta no drawer, tamanho dos ícones, e outras dúzias de pequenas mudanças que não tiram a identidade do Android puro, mas melhoram a experiência.

(continue lendo...)

300

Gosta de filmes de ação? Sangue voando, pancadaria, lutas épicas e homens semi-nus? Ok, a última parte não é um bom convite para os cuecas de plantão, mas ignore e pense no resto: Sim, é um baita filme!

(continue lendo...)

3

O LG Nexus 4 tem o tal “carregamento indutivo wireless de tecnologia Qi”, ou seja, dá pra carregar a bateria sem precisar ligar nenhum cabo no celular. Aliás esse recurso está presente em outros 7 aparelhos (mas se informe antes de comprar algo se eles usam o Qi ou outra tecnologia).

Isso sempre me deixou curioso, mas até algum tempo atrás uma base de carregamento custava meio caro, acabei deixando de lado. Lembrei do assunto recentemente e vi que o preço baixou, resolvi comprar. Vejamos se funciona.

(continue lendo...)

ultrabook

Adoro meu ultrabook Serie 5 Samsung. Desempenho excelente, peso reduzido, belo design e nem esquenta no colo. Há cerca de um ano na família, não tenho intenção de trocá-lo tão cedo – na melhor das hipóteses trocar o dico híbrido por um SSD puro sangue, sem pressa.

Mas, e sempre tem que haver um mas, ele resolveu se autodestruir. Desde o começo a dobradiça da tela (existe um termo mais técnico?) abre com certa firmeza e ao soltar dá uma chacoalhada. Não é aquela abertura que ao soltar mantém a tela firme onde você deixou, mas ok, ~~é o jeitão dele~~ diriam uns amigos do Honda Clube quando alguém reclama do óleo baixando muito rápido, por exemplo.

Acontece que a tela foi ficando mais instável e barulhenta.

(continue lendo...)

art

O Android roda em plataforma Java e desde o início utiliza o Dalvik para interpretar os aplicativos a cada execução. Ou seja, quando o programa é aberto o sistema corre para transformar o código em algo verdadeiramente executável, o que é chamado “Compilador Just In Time”.

Para melhorar o desempenho o Google desenvolveu o ART (Android Run Time), um interpretador do tipo “Ahead of Time”, que basicamente faz o trabalho do Dalvik uma única vez, ao instalar o aplicativo. Isso significa menos processamento/mais velocidade na abertura de programas, boot mais rápido do celular e menor consumo de bateria. Do lado ruim apenas mais espaço ocupado por cada app e uma demora a mais na hora de instalá-los.

(continue lendo...)
Página:12345...1020...Última »