Quem somos | Envie dicas | Contato

maxresdefault

Acabo de terminar o quinto e último episódio da primeira temporada de Life Is Strange não posso perder tempo, tenho que escrever sobre o jogo da Dontnod/Square Enix AGORA!

Numa aura de episódio de Arquivo-X, com as devidas referências a Twin Peaks, você comanda Maxine “Max” Caulfield, que volta para sua cidade natal, Arcadia Bay, para fazer universidade. Num determinado momento, após um estranho pesadelo durante uma aula de fotografia, a garota percebe que tem o poder de dobrar o espaço-tempo.

(continue lendo...)

telegram

Bem vindo ao Caras da Moeda, o podcast do 2Centavos!

Mesmo postando menos do que gostaríamos ultimamente por aqui, nós continuamos nos falando todos os dias e sobre tudo, então surgiu a ideia de transformar essas conversas em um papo bacanudo para todo mundo ouvir. Bom, a parte do bacanudo você é quem vai dizer, mas nós gravamos, editamos e publicamos.

Tenha em mente que é um piloto, o áudio poderia estar melhor, as vezes nos atropelando falando um por cima do outro, mas até que ficou bom, vai :)

No cardápio de hoje serão servidos: Jogos e Filmes que estamos ansiosos para que sejam lançados (e acabamos falando também de vários já no mercado que você precisa conhecer!), e da briga Whatsapp x Telegram, aquele concorrente russo que é melhor, mas quase ninguém usa.

Assine o Caras da Moeda por Feed/RSS!

(continue lendo...)

missao-banner

Confesso que antes de o filme começar, estava igualmente empolgado e preocupado com o novo Missão: Impossível. Das minhas franquias mais queridas, que renasceu num terceiro filme incrível, seguido de um bom quarto filme e que teria esse, o quinto, com cenas de ação alucinantes (como sempre) e direção de Christopher McQuarrie, que tinha trabalhado com Tom Cruise em Jack Reacher (que é bem legal, até).

(continue lendo...)

maxresdefault

Consegui um vale night na estréia do filme e não imaginava que seria tão divertido. Como esperado e anunciado, era mais um filme do Universo Cinematográfico Marvel (MCU daqui em diante), então fui ao cinema esperando mais ação no estilo Vingadores, Homem de Ferro ou Capitão América, mas tinha um pé atrás devido a seu ator principal… Paul Rudd.

(continue lendo...)

Chris Pratt i Jurassic World

Talvez a escolha de começar o filme com a história dos irmãos tenha sido a melhor escolha de Jurassic World.

Ao mostrar a empolgação do pequeno Gray, vivido por Ty Simpkins, na hora me lembrei de quando vi dinossauros gigantes no cinema (eu não tinha nem 5 anos) e pronto: estava tomado de nostalgia. Daí em diante, o filme poderia ter defeitos gigantes que eu não me importaria, se ele fosse tão divertido e se mantivesse fiel ao original.

(continue lendo...)

silent1

Talvez você estivesse fora do sistema solar nos últimos meses e perdeu toda a treta envolvendo Hideo Kojima e a Konami. Sim, eles tretaram. Acabou em divórcio. Metal Gear Solid 5 será lançado, sem menção a seu criador e será o último jogo da parceria que durou décadas. Silent Hills, o promissor reboot da franquia de terror que mais vezes me fez trocar de cueca, não acontecerá mais e tudo foi para o saco (os melhores projetos do Del Toro sempre vão para o limbo, o que só comprova que estamos na pior timeline possível).

Nesse meio tempo, a Microsoft tem se esforçado para ser cool: deixou o Windows legal de novo – e de graça; matou o Internet Explorer(!); avisou que a Cortana rodará em tudo quanto é lugar; apresentou o HoloLens (com o mesmo DNA brasileiro do Kinect); cara, sério, ela fez um outro navegador de internet que não é o I.E; tem liberado cada vez mais novidades para o Xbox One; e eu já falei sobre o novo navegador dela, que tem a logo parecida com uma Foice e um Martelo?

(continue lendo...)

background-info-on-the-insane-fire-breathing-guitar-guy-in-mad-max-fury-road

Assisti há dois dias e te digo: não escrevi antes porque precisava desexplodir minha cabeça primeiro. Sim, a sensação de WTF foi constante enquanto via o filme, e ao sair dele continuei remoendo o que tinha visto pra tentar entender alguma coisa antes que começasse a escrever.

Gosto de filme que não se explica muito, você apenas é jogado num universo paralelo maluco e tem que engolir isso. É o caso de Mad Max. Você não terá detalhes de como se chegou àquele ponto ou por que as coisas acontecem assim, por que as pessoas estão assim, apenas é.

(continue lendo...)

bateria-duração-carregar

Os celulares evoluiram absurdamente desde que foram inventados, mas isso teve um custo: BATERIA. Por que ralhos as fabricantes continuam afinando tanto os celulares se a maior reclamação dos usuários em todo o planeta é a bateria que dura pouco*? E principalmente, quanto eles teriam que engordar pra resolver esse problema?

*dados do IJEA – Instituto Juan de Estatísticas Avançadas

Quando se fala de design, normalmente pensamos apenas em “coisas bonitas”, mas o conceito é bem mais amplo e inclui usabilidade. Tem que ser bonito, elegante, etc., e útil, prático, bom para o usuário… E celulares que chegam no meio da tarde com 10% de bateria não são isso, nem um pouco!

(continue lendo...)
Página:12345...102030...Última »