Quem somos | Envie dicas | Contato

dolce_gusto_mini_me

Não sou um grande apreciador de café, vivo num lugar muito quente, mas curto umas bebidas diferentes que incluem café na preparação. Em conversa com a patroa decidimos dar uma chance para essa tal Dolce Gusto, pesquisamos e descobrimos que o preço da brincadeira ia e R$349 (Piccolo – Manual) a R$899 (Circolo – Automática), com outras variando nesta faixa de preço – lembrando que existe tambem a Nespresso que igualmente é da Nescafé, mas é mais “profissional”, só tem cápsulas de café puro, com uma grande variedade de grãos (mas nada de bebidas diferentes) e tem uma pressão maior, 19 bar, contra 15 bar da Dolce Gusto, sendo mutuamente incompatíveis.

Pesquisando com amigos donos dessas máquinas ouvimos diferentes opniões a respeito. Uma dela ouvimos duas vezes :”é aguado”, e foi aí que entendi a diferença da automática para a manual. Na manual você desliga a máquina quando acha que tá bom de água, e na automática você programa entre os 7 níveis de água disponíveis (cada cápsula seu nível recomendado escrito na própria cápsula) e a máquina desliga sozinha.

E aí começou a dúvida e os testes…

O irmão de minha esposa tem uma Piccolo e estava viajando então pegamos emprestada para test drive, compramos uma caixa de Capuccino (Aprovado!) e uma de Chococcino (bom, mas não repito a compra), aí começou o stress: como saber quando parar pra não ficar aguado? Peguei uma xícara de vidro (a única de casa) e graduei de 50 em 50 ml. Resolveu pra fazer as bebidas, mas tinha que ficar monitorando e piora quando há dúvida se devo medir até o liquido ou a espuma… No fim fizemos as bebidas e sairam boas o suficiente pra justificar a compra, mas não a compra da Piccolo.

Olhando na internet achei vários preços até que me bati com a Mini me, também Nestlé e automática, por R$305+15 de frete no Extra, preço bem abaixo de mercado (R$ 399 a R$ 449 geralmente) e compramos. Para nossa alegria chegou bem rápido e justamente no dia em que o dono da cafeteira emprestada chegou de viagem e teríamos de devolver a máquina. Modo automático é infinitamente melhor que o manual, justifica pagar um pouco mais (o mais barato que achei sem frete na outra foi R$273) e nunca se preocupar com a quantidade de água, simplesmente programa e deixa lá.

As bebidas são preparadas muito rápido, até me assusta, e realmente tem uma espuma e uma consistência que lembra a das cafeterias chiques que vendem expresso. Gostei da maquininha, aprovada!

O maior defeito é o preço da capsula: aqui onde moro, em qualquer lugar, ela sai 19 reais para os cafés simples, Nescau e chás tem 16 doses, as bebidas mais “rebuscadas” vem com 8 doses (cada dose usa duas capsulas)

Já experimentei:
Choco Caramel – Super aprovado!
Capuccino – Aprovado!
Mocha – Aprovado! (Esse eu tomo sem açúcar mesmo…)
Latte Macchiato – Aprovado!
Latte Macchiato Vanilla – Aprovado!
Latte Macchiato Caramel – Aprovado!
Chococcino – Meia boca
Café au Lait – Bom pra tomar o café com leite com preparo rápido na hora da pressa, nada além…

Novos sabores experimentados e adicionados… :) os 90 reais em capsulas no site valeram a pena! (especialmente pelo Choco Caramel)

facebook-profile-picture

Biólogo, Geek e Pai de duas criaturinhas lindas. Viciado em tecnologia. Professor por amor a profissão. Estudante de Ciência da Computação (Porque nunca é tarde pra começar uma nova carreira.)
Veja outros artigos por