Quem somos | Envie dicas | Contato
Categoria: Filmes

Chris Pratt i Jurassic World

Talvez a escolha de começar o filme com a história dos irmãos tenha sido a melhor escolha de Jurassic World.

Ao mostrar a empolgação do pequeno Gray, vivido por Ty Simpkins, na hora me lembrei de quando vi dinossauros gigantes no cinema (eu não tinha nem 5 anos) e pronto: estava tomado de nostalgia. Daí em diante, o filme poderia ter defeitos gigantes que eu não me importaria, se ele fosse tão divertido e se mantivesse fiel ao original.

(continue lendo...)

background-info-on-the-insane-fire-breathing-guitar-guy-in-mad-max-fury-road

Assisti há dois dias e te digo: não escrevi antes porque precisava desexplodir minha cabeça primeiro. Sim, a sensação de WTF foi constante enquanto via o filme, e ao sair dele continuei remoendo o que tinha visto pra tentar entender alguma coisa antes que começasse a escrever.

Gosto de filme que não se explica muito, você apenas é jogado num universo paralelo maluco e tem que engolir isso. É o caso de Mad Max. Você não terá detalhes de como se chegou àquele ponto ou por que as coisas acontecem assim, por que as pessoas estão assim, apenas é.

(continue lendo...)

maxresdefault (2)

UMA BOSTA! Desculpe, mas é difícil sair do cinema sem vontade de pedir o dinheiro de volta.

Com Wagner Moura, Selton Mello e Martin Sheen (sim, pai do Charlie) no elenco, Stephen Daldry (de Billy Elliot, As Horas e O Leitor) na direção e Richard Curtis (Um lugar chamado Nothing Hill, Quatro Casamentos e um Funeral, Simplesmente Amor e Questão de Tempo) no roteiro, era de se esperar um filme ao menos mediano, mas não, é um roteiro completamente desastroso e ilógico, uma trama óbvia, caricata e falha. Eu explico.

(continue lendo...)

300

Gosta de filmes de ação? Sangue voando, pancadaria, lutas épicas e homens semi-nus? Ok, a última parte não é um bom convite para os cuecas de plantão, mas ignore e pense no resto: Sim, é um baita filme!

(continue lendo...)

recall

Você não leu errado, vou falar de um filme super velho! Mas não é só pra dizer que “O Vingador do Futuro” é bom, porque eu gosto tanto que vi ele de novo hoje em Blu-Ray (é, tenho o disco em minha coleção). Estou escrevendo para falar um pouco da tecnologia, como eles imaginavam que será daqui 34 anos (o filme se passa em 2048) com a mentalidade de quem está saindo da década de 80 em meio a todos aqueles penteados bregas, permanentes e mullets. Ok, nem tem mullets, só permanetes, mas tem a moda santropeito, e tem a Sharon Stone!!!

(continue lendo...)

O-Hobbit-Desolacao-de-Smaug-Critica-04

Assistidos sem aquela atenção crítica, talvez acabe não sendo tão detalhista, mas vale a pena comentar os dois filmes vistos recentemente no cinema: O Hobbit: A Desolação de Smaug e Frankenstein: Entre Anjos e Demônios. Spoiler da opinião: ok e meh.

(continue lendo...)

sorte-2-bra

Li no final do ano passado que as metas para “Até que a Sorte nos Separe 2” eram bastante ambiciosas: estrear no maior número de salas possível, investir pesado no marketing e divulgação, e fazer um PR intenso pra aproveitar a mídia espontânea junto a outros programas de TV e mídias sociais.

Bem, só faltou caprichar na qualidade.

(continue lendo...)

Círculo de Fogo

Hoje é segunda-feira e desde o último sábado eu estou com um problema gigante: como escrever um texto capaz de traduzir a sensação de assistir Círculo de Fogo? Eu ainda não sei bem, mas espero que consiga traduzir o arrepio animalesco de felicidade gerada por um misto de saudosismo, estarrecimento e diversão.

(continue lendo...)
Página:12345