Quem somos | Envie dicas | Contato

Existem enólogos, baristas e especialistas-em-chocolate (desconheço um bom termo pra esse grupo). Gosto bastante de vinhos, não tanto de café (puro, mas adoro misturas), e muito de chocolate. Não é quantidade (se fosse, seria apenas um chocólatra), é qualidade.

Ainda com pouca oportunidade de experimentar os melhores do mundo (infelizmente difíceis de encontrar no Brasil), vou me divertindo com linhas diferenciadas das marcas vendidas por aqui. Desta vez experimentei a barra da Cacau Show com 85% de cacau.

Uma das regras mais simples diz que você precisa de mais cacau para ter chocolate de verdade. Para se ter ideia do problema, a questão foi parar no legislativo e a ANVISA definiu o mínimo de 25% de cacau para o produto poder levar o nome de… “chocolate”.

Já quem tem a intenção de comer um bom chocolate, deve procurar ao menos 50% de cacau, de preferência 60 ou mais. Tenho procurado justamente este “mais” e, ao menos nos Cacau Show, acho que encontrei um limite.

Com 85% de cacau, apesar de um surpreendente sabor agradável no primeiro segundo, logo o amargor vem a boca e não sai mais. Nem depois de um bom copo d’água. Sequer consigo tentar identificar outros elementos do chocolate,

Não desistirei dos 85%+, só preciso de outras marcas porque o da Cacau Show, nunca mais.

Administrador, desenvolvedor, gamer, tecnófilo, viajante, otimista nato, calmo por natureza. Criador do eco4planet.com e outros sites que não deram certo.
Veja outros artigos por
Um parto de viagem (Due Date)
duedate
Galaxy Tab 7 Plus
Galaxy Tab 7 Plus vs Xoom 2 ME – Qual comprar?